---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Cocal do Sul recebe duas medalhas de Ouro na OBMEP

Publicado em 08/08/2018 às 11:19 - Atualizado em 08/08/2018 às 11:19

Os medalhistas, Lucas Westfal e Maria Eduarda Pires da Luz receberam a premiação no Rio de janeiro durante o Congresso Internacional de Matemática

  

 O sentimento de orgulho, confiança e esforço reconhecido envolve toda equipe a secretaria de educação de Cocal do Sul nesta semana. O município celebra mais uma conquista na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas. A aluna da escola de Ensino Fundamental Cristo Rei, Maria Eduarda Pires Da Luz e o estudante Lucas Westfal estiveram entre os 501 estudantes do Brasil que receberam medalha de ouro da OBMEP/2017.

  

A cerimônia de entrega das medalhas de ouro aconteceu no centro de convenções Riocentro, zona oeste do Rio de Janeiro, durante o Congresso Mundial de Matemáticos. Sediado pela primeira vez no Hemisfério Sul, o evento reuniu pesquisadores de todo o mundo para divulgação de novos estudos na área da matemática e troca de experiências.

 

“Esse é um momento único, sublime. Um sentimento forte que nos levou para o outro lado da barreira (prova). Conheci pessoas incríveis, muito inteligentes, histórias e experiências que nunca vou esquecer. Com a medalha também ganho o direito de  participar do programa de iniciação científica Júnior (PIC), que é disponibilizado a todos os alunos medalhistas. Uma oportunidade que realmente vale ouro. Só tenho a agradecer o apoio de todos. Na escola, da minha família, dos professores, do Clubinho da Matemática que é um instigador que mostra os meios para estudar a matemática e como ela pode ser interessante. Foi este projeto que me deu o pontapé e me trouxe até aqui”, descreve Lucas. 

 

 Além da medalha de ouro, Lucas já conquistou em anos anteriores duas medalhas  de bronze e uma de prata na OBMEP. “Agora farei a prova do nível 3. A gente precisa ser confiante e manter o foco. Hoje estou no primeiro ano do ensino médio e não pretendo parar de participar dos desafios da matemática”, ressalta o estudante.

 

 Maria Eduarda, de 13 anos, também comemora a sua primeira medalha de ouro. “Ela representa o meu esforço e dedicação ao longo dos últimos anos. Ela me deu a chance de conhecer o Rio de Janeiro e ter uma das melhores experiências de minha vida. Conheci pessoas de Santa Catarina e de outros estados que agora mantenho contato para os próximos desafios”, destaca a medalhista.

  

 Os alunos foram ao Rio de Janeiro acompanhados pelos pais e pela professora de Matemática, Ana Lúcia Pintro, que atua na Rede Municipal de Cocal do Sul. A professora iniciou com o projeto Clubinho da Matemática em 2013 e é uma grande motivadora de seus alunos. “Os educadores têm o papel de apresentar o conhecimento sistematizado, o poder público de apoiar e incentivar projetos, os pais de acompanharem os estudos. “Estas parcerias resultam em conquistas como as medalhas de ouro da Duda e do Lucas. Presenciar a entregas das medalhas nesta cerimônia foi um dos dias mais importantes da minha vida profissional. Que nossos medalhistas sejam felizes e que possam triunfar, pois a ciência precisa de mentes como a desses alunos. Espero que contribuam com o talento que possuem”, afirmou orgulhosa a professora.

 

De acordo com a Secretária de Educação, Esporte e Cultura, Ana Paula Teixeira Cechinel nos últimos cinco anos, Cocal do Sul se tornou um dos municípios destaques da região Sul e de Santa Catarina nas Olimpíadas. “Em nível nacional Cocal do Sul já conquistou 4 medalhas de ouro, 3 pratas e 12 bronzes, além de centenas de moções honrosas. O resultado é fruto do investimento do Governo Municipal, da participação dos alunos no projeto Clubinho da matemática, do trabalho realizado por toda a equipe de profissionais que acompanharam até o momento, assim como as famílias que se dedicam em prol de seus filhos incentivando-os a participarem dos projetos municipais. Parabéns a todos!”, afirmou.    

 

Em 2017, mais de 500 adolescentes das escolas Demétrio Bettiol e Cristo Rei, do 6º ao 9º ano, realizaram a primeira etapa do teste com cerca de 18 milhões de estudantes em todo Brasil.

  

Projeto exemplo

 

Numa modalidade onde o raciocínio lógico e a concentração são fundamentais para vencer, o preparo, acompanhamento e a motivação fazem toda a diferença na vida dos alunos de Cocal do Sul quando o desafio é a Matemática. Além de todo trabalho em sala de aula, o Governo Municipal por meio da Secretaria de Educação desenvolve o projeto Clubinho da Matemática. A iniciativa é uma ponte que une prazer, dedicação e oportunidades e atende centenas de crianças e adolescentes que toda semana, no contraturno, recebem o aprendizado inovador. No projeto, os alunos são orientados a participar das olimpíadas, bem como, desenvolver o gosto por questões matemática. Ele é dividido pelos níveis 2 (8° e 9° ano),  1 (6° e 7° ano) e Mirim ( 4° e 5° ano).

 

 

 

 


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar