---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Entidades satisfeitas com o movimento e gastronomia consolidada

Publicado em 01/10/2018 às 08:59 - Atualizado em 01/10/2018 às 08:59

Durante os cinco dias da VI Cocalfest, os visitantes e as famílias do município circulavam pelos espaços montados e consumiam produtos da terra.

As entidades que montaram seus estandes, comercializando comidas e bebidas típicas, estão satisfeitas com o movimento e o resultado do trabalho beneficente e voluntário.

 

“Nossa comunidade esta muito feliz com o resultado da festa. No ano passado foram vendidos 276 copos de coxinhas e este ano quase ultrapassamos 500 unidades. Nosso lucro será revertido em prol da nossa comunidade com ações e melhorias”, relatou Presidente do Conselho Comunitário Jardim das Palmeiras II, Goretty Teixeira Custódio

 

As 16 entidades e associações serviram penne ao funghi, fusilli à bolonhesa, penne ao molho branco e queijo gorgonzola, nhoque, prato típico (macarrão, polenta brustolada, maionese de batata, salada de alface e cenoura ralada, com acompanhamento de uma taça de vinho ou suco de uva), batata Recheada, entrevero, iscas de peixe, stone burguer e bacon, paleta mexicana, pizzas em fatia, espetinho e picados de carnes (suíno, frango e bovino), pastéis, porções de batata frita e aipim, crepes e cachorro-quente, fondue de frutas, pratos frios, churros gourmet, pipoca, algodão doce, café, torta, suco, docinhos diversos, picolé, sorvete, frit’s (coxinha no copo), caipira de vinho, entre outros.

 

No estande do Círculo Italiano dezenas de voluntários se desdobravam na cozinha para preparar os itens oferecidos, sempre atendendo aos visitantes com um sorriso no rosto.

“A novidade neste ano foi o prato típico que agradou o público, principalmente no almoço de domingo quando vendemos mais de 300 pratos, além das tradicionais massas. Nosso propósito é mostrar que a cultura italiana esta presente em nosso municio e nós estamos cada vez mais integrados par fortalecê-la”,  vice-presidente do Círculo Italiano, Cássio Pagnan.

 

No estande do Lions Clube o nhoque à bolonhesa e a caipirinha de vinho fizeram a diferença. As pessoas faziam fila para experimentar. “Nós superamos a nossa expectativa. Uma experiência nova na opção oferecida muito bem aceita pelo público. Mais de 1 mil copos foram vendidos. Para o Lions a festa é uma forma de juntar recursos para o nosso trabalho voluntariado em atendimento as pessoas assistidas. Somos muito gratos pela oportunidade e fórmula como foi produzida a festa tendo em vista a qualidade da estrutura, limpeza e organização”, avalia o presidente do Lions Clube, Lindomar

Maccari.    

 

Conforme o presidente da CCO, Juarez Fogaça as vendas foram positivas e registramos o maior consumo comparado com as edições anteriores. “Todas as entidades e associações se doaram e obtiveram resultados positivos”, destaca. 

 


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar