---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


FUNDAC esclarece sobre cortes de árvores

Publicado em 11/04/2019 às 15:12 - Atualizado em 11/04/2019 às 15:12

Nos últimos dias, a Fundação Municipal do Meio Ambiente de Cocal do Sul realizou o trabalho de cortes das árvores nas ruas Conselheiro Stefano Naspoline e Machado de Assis, no bairro São João e na via São Jorge, no Cristo Rei.

 

Os cortes foram efetuados por causa da geração de alguns transtornos registrados e por se tratar de uma espécie (Jambolão) não indicada para arborização urbana. Conforme o Superintendente da Fundac, Josias Sorato muitas solicitações de corte foram feitas pelos moradores locais. “Devido a grande quantidade de frutas e folhas era comum o  entupimento de bocas de lobos, causando alagamentos. Também há registro do rompimento de calçadas e da pavimentação por causa das raízes, além do mau cheiro em épocas de frutas devido ao seu poder de fermentação”, explica.

 

 

Sorato relata ainda que existe um projeto para a realização de calçadas e de limpeza deste espaço para que seja evitado o acúmulo de entulhos. “Nessas ruas foram preservadas as árvores nativas, como os coqueiros, símbolos do município. Outros tipos de árvores adequados à arborização urbana também estão sendo avaliados para o plantio ”, finaliza. 

 

 Saiba mais sobre o Jambolão

 

O jambolão é uma árvore frondosa, de porte médio e copa cheia, ampla, bastante ramificada. Pode alcançar 10 metros de altura. Suas folhas são coriáceas, lisas e escuras, com uma nervura central clara e saliente. Suas flores são hermafroditas, brancas ou amareladas, com longos e numerosos estames e reúnem-se em rácemos terminais. Os frutos são do tipo baga, pequenos e ovóides como as azeitonas verdadeiras (Olea europea), de coloração branca que gradativamente torna-se vermelha e posteriormente preta, quando maduros. A polpa carnosa envolve uma única semente.

De sabor doce, porém um pouco adstringente, os frutos são em geral agradáveis ao paladar. Apresentam o único inconveniente de manchar a pele e as roupas e, por ocasião da queda, veículos e calçamentos também. Por este motivo, esta bela árvore de sombra refrescante no verão, não é indicada para arborização de ruas, avenidas e praças, reservando-se seu plantio para parques maiores e sítios. Os frutos do jambolão podem ser consumidos in natura ou processados em compotas, licores, vinhos, tortas, doces entre outros.

 

Mais informações pelo telefone: 99662-8158 (Josias)