---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Setembro Amarelo: Saúde de Cocal do Sul realizará uma série de atividades com foco na prevenção ao suicídio

Publicado em 30/08/2019 às 15:35 - Atualizado em 30/08/2019 às 15:35

Na próxima semana, a Secretaria de Saúde de Cocal do Sul iniciará a programação alusiva ao Setembro Amarelo, mês dedicado à conscientização sobre prevenção do suicídio. As atividades, que contam com participação de toda Rede de Atenção em Saúde, serão organizadas pela própria Secretaria de Saúde e envolverá toda a comunidade.

 

Conforme a secretária de saúde, Sinara Crippa Milanez, a campanha tem o objetivo de alertar a população sobre a realidade atual no país e, principalmente no município, quanto aos fatores de risco para a incidência do suicídio, tais como transtornos mentais. “É Importante ressaltar que diversos quadros clínicos, dentre eles a depressão, podem se agravar levando a sintomas que incluem a ideação e tentativa de suicídio, o que pode resultar, infelizmente, em óbito”, frisa.

 

Apesar de estes não serem os únicos elementos que levam ao pensamento suicida – fatores ambientais, vulnerabilidade social e características de personalidade também são determinantes – é fundamental a abordagem do setor de saúde nesse sentido. Por esta razão, nosso intuito é de orientar sobre as causas dos transtornos mentais e seus efeitos, já que o número de casos de suicídio é crescente. Sabe-se que este tipo de morte é considerado evitável e que falar sobre o assunto, esclarecer e conscientizar a população certamente é uma poderosa estratégia de PREVENÇÃO.

 

Dentre as atividades que serão desenvolvidas durante o mês de setembro estão planejadas a participação em desfile cívico municipal, matriciamento dos profissionais de saúde, rodas de conversa acerca da identificação de sinais de alerta e abordagem de pacientes, atividades em grupos específicos, panfletagem em festas locais, capacitação dos profissionais em simpósio regional, entrevistas na mídia local sobre o tema e outras ações informativas nas unidades de saúde.

 

É importante ressaltar ainda que o compromisso com a prevenção acontece o ano todo. O silêncio, fugir do assunto suicídio, ainda é uma das barreiras a serem superadas. É necessário conscientizar a população sobre a importância de a pessoa recorrer à ajuda, seja familiar ou profissional, quando se deparar com a ideia de terminar com a própria vida. Os profissionais de saúde têm papel fundamental neste sentido, identificando sinais e alerta e realizando uma abordagem adequada com o paciente e familiares. Este cenário precisa ser revertido e todos devemos estar juntos para abordar o sofrimento psíquico da melhor forma, evitando assim que ele se agrave. Isto sim é evitar o suicídio. Falar é o melhor caminho.

 

A Secretaria de Saúde disponibiliza rede de atendimento gratuito, para todos os que precisam de cuidados em saúde mental, que inclui:

ESF Centro – 3444.6040

ESF Guanabara – 3444.6041

ESF Horizonte – 3444.6042

ESF JD. Elizabeth – 3444.6043

ESF Jd. Itália – 3444.6044

ESF Vila Nova – 3444.6045

Ambulatório de Saúde Mental – 3444.6110

CAPS – 3447.1446

 

 


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar